Alguns Erros Notórios Escritos Por Policiais em Ocorrências

policia

Senhor delegado, deu entrada no Pronto-Socorro Municipal o cidadão, vítima de ‘gargalhada’. ‘Gargalhada’ no peito, no rosto e nas costas. Segue anexo um ‘gargalho’ de garrafa.
(Por acaso não seria : GARGALO !)

O veículo, durante o acidente, teve amassamento no pára- choques e nos pára-lamas dianteiros, sendo quem não pudemos colher melhores dados, devido à vítima haver fugido a ‘galope’.
(Era um atropelamento de cavalo ?).

O condutor foi preso em flagrante por estar dirigindo em velocidade ‘incombatível’ com o local.
(O que pensar…?)

Ocorreu um ‘abarroamento de pessoas’. ‘Os conduzidos, além da algazarra, ainda xingavam a todos com palavra de baixo ‘escalão’.
(Bom…no nosso país, tudo é uma questão de escalão!)

Demos cobertura à ambulância na condução de um ‘débito mental’ até o PSM’.
(Vc já pode imaginar quem está com débito mental ?!)

O condutor do veículo colocava em risco a segurança das pessoas, pois estava dando ‘cavalo de Paulo’ na rua’.
(Que Paulo… quem é o Paulo…chama o Paulo , vai !?)

Chegando ao local, encontramos a vítima caída ao solo, aparentando ter cometido um ‘homicídio contra si mesmo’
(Esse aí acredita em reencarnação, hein?)

No histórico da ocorrência, constava como objeto apreendido: duas latas de cera ‘Odd’ e uma lata de cera ‘PPO’.
(Uma das latas estava de cabeça para baixo, fala sério ?)

Formava uma ‘língua de fogo que lavava a rua’
(O que comentar???)

O cidadão machucou o ‘membro do rosto’.
(Alguém conhece esse membro ?)

O conduzido, que foi preso em flagrante, disse que era inocente na acusação e que não estava passando de ‘bode respiratório’.
(Deve ser uma nova técnica de recuperação pulmonar!)

O sujeito estava vestido com uma calça Jeans e uma camisa ‘destampada’.
(Por que ele não ‘tampou’?)

“…os indivíduos tentaram resgatar o autor do nosso domínio através do uso de força ‘anônima’.”
(Esse aí tava ‘emaconhado’!)

O cadáver apresentava sinais de ‘estar morto’.
(Ufa , ainda bem !!)

Foi apreendido um quilo de lingüiça ‘perfumada’.
(Esse aí se apaixonou pela linguiça!)

Atendemos à ‘solicitação do solicitante’ , que nos narrou que o autor praticava ‘atentado violento’ ao pudor, pois exibia para os transeuntes os ‘órgãos sanitários’.’
(O que comentar…deve ser algo muito sujo!)

Após discutir com a vítima, o autor desferiu um forte soco no rosto da mesma, que de tão violento, ‘soltou a tampa de seu nariz’.
(Deve ser o mesmo cidadão da camisa ‘destampada’… ele tem algum problema com esse objeto!?)

Fonte: Tô Atoa

About

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *